Destaques


Jardim Botânico incorpora mais de 140 espécies de plantas em sua coleção

Equipe do Jardim Botânico de Jundiaí realiza coleta de sementes e marcação de plantas matrizes para estratégias do Programa de Conservação do Jardim

Neste ano de 2017 o Jardim Botânico de Jundiaí incorporou em sua Coleção para Conservação mais de 1600 plantas de 140 espécies da Mata Atlântica e do Cerrado. Juntamente com a incorporação de espécies na coleção do Jardim, a distribuição das plantas matrizes no ambiente natural também é registrada para a manutenção dos esforços de conservação. Nesse ano aproximadamente 200 matrizes de plantas dos ambientes naturais de Jundiaí foram cadastradas pelo programa de conservação do Jardim.

A Mata Atlântica e o Cerrado são ecossistemas brasileiros ameaçados que fazem parte do Programa de Conservação ex-situ de espécies de plantas do Jardim Botânico de Jundiaí. O programa busca promover a conservação de espécies com estratégias de manejo das plantas fora do ambiente natural. Esses esforços são necessários quando se tratam de ecossistemas naturais que sofrem a pressão do desmatamento e da ocupação urbana, ou outras formas de ameaça à conservação da natureza.

 

 

 

 

 

 

Ambientes de Mata Atlântica (esquerda) e Cerrado (direita) no município de Jundiaí que fazem parte do Programa de Conservação de espécies de plantas do Jardim Botânico de Jundiaí.

Para direcionar o Programa de Conservação do Jardim Botânico foi publicada na Imprensa oficial do Município de Jundiaí (edição 4333 | 1° de dezembro de 2017) a Política de Coleções de Plantas Vivas do Jardim Botânico de Jundiaí – Decreto n°27.173, de 24 de novembro de 2017. A Política de Coleções de Plantas Vivas do Jardim tem por finalidade atuar como ferramenta na promoção da conservação genética de populações da flora e da reprodução de espécies nativas dos domínios Mata Atlântica e Cerrado brasileiros.

O manejo das plantas do Programa de Conservação é realizado em viveiros localizados no Jardim Botânico de Jundiaí sob constante monitoramento da equipe técnica

Atualmente 188 indivíduos da coleção já foram plantados no interior do Jardim Botânico e em áreas verdes do município de Jundiaí. A coleção do Jardim é uma ferramenta para a conservação da Mata Atlântica e do Cerrado, contribuindo para estratégias de restauração e enriquecimento da flora regional. A coleção é também utilizada como material para o desenvolvimento de projetos de pesquisa científica e educação ambiental. Por meio dessas estratégias o Jardim Botânico de Jundiaí tem contribuído para a conservação das espécies desses ecossistemas ameaçados.

Texto e fotos: Jardim Botânico

Publicada em 20/12/2017




Jardim Botânico Jundiaí | Desenvolvido por CIJUN