Projetos de Pesquisa


Distribuição de árvores matrizes para estratégias de conservação em ecossistemas ameaçados do Estado de São Paulo, Brasil
Bruna Gonçalves da Silva, Thiago Pinto Pires, Renato Steck
Início: 09/2016 Em andamento

RESUMO: A propagação de espécies nativas de ecossistemas ameaçados depende de estratégias de conservação que envolvem atividades como a marcação de árvores matrizes para o fornecimento de sementes. Para espécies raras e ou ameaçadas, em especial, é interessante manter indivíduos provenientes de um mesmo remanescente e de remanescentes distintos, o que permite a conservação de diferentes genótipos. O presente estudo tem por objetivo realizar o cadastro de árvores matrizes pertencentes aos domínios do Cerrado e da Mata Atlântica utilizadas como subsídio para estratégias de conservação ex-situ realizadas pelo Jardim Botânico de Jundiaí, estado de São Paulo. Os remanescentes amostrados localizam-se no município de Jundiaí, sendo eles uma área de Cerrado que está inserida na região urbana do município e uma área protegida de Mata Atlântica localizada na Serra do Japi. Áreas protegidas assumem posição de grande potencial para a manutenção de matrizes, por disporem de grandes áreas contínuas em bom estado de conservação. As matrizes estão sendo marcadas através de um sistema de registro contendo um número de matriz individual para reconhecimento; informações sobre a identificação botânica da espécie; e, localização, que é definida através georreferenciamento. Além disso, outras informações ecológicas de interesse, como a fenofase, o habitat, e informações estruturais do indivíduo, são registradas. As árvores matrizes registradas estão incluídas no programa de conservação ex-situ do Jardim Botânico, que realiza coletas mensais de material de propagação sexuada ou assexuada nos indivíduos marcados. No entanto, os esforços para o registro de novas matrizes é contínuo e busca-se alcançar um número suficiente de espécimes de cada táxon para assegurar uma representação adequada da variabilidade genética e garantir um maior sucesso para futuros programas de restauração ambiental.





Jardim Botânico Jundiaí | Desenvolvido por CIJUN